domingo, 17 de junho de 2007

DESCOBERTAS CIENTÍFICAS

AVESTRUZ GIGANTE NA PRÉ-HISTÓRIA.

Um avestruz com 8 metros de altura e 1,5 toneladas, coberto de penas e que andava sobre duas pernas e era armado de garras similares a lanças e um imenso bico. Trata-se do gigantoraptor, um animal que viveu há 70 milhões de anos, na Mongólia Interior, e cujo fóssil foi apresentado por cientistas do Instituto de Paleontologia de Vertebrados, na China.

BARATA APRENDE E TEM MEMÓRIA.

Baratas têm memória e são capazes e aprender.
Estudos da Universidade Tohoku, no Japão, revelou que as baratas salivam diante de certos estímulos. Esse tipo de resposta só havia sido constatada em humanos e cães.
Ao sentirem um odor, previamente associado a uma solução de açúcar, os insetos salivavam.

DESCOBERTA.

Estudantes do programa de pós-graduação em ecologia da UFRJ encontraram, no Rio Macaé, duas novas espécies de cascudos, ainda desconhecidas para a ciência.

PS. Vale lembrar que cascudo é também conhecido como acarí, cachimbau, camboatá, etc.

Nenhum comentário: