terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

COISAS ESTRANHAS

Com uma cabeça fortemente protegida e um corpo com mais de 40 cm ele não era exatamente um sapo príncipe. Cientistas descobriram os restos do que pode ter sido o maior e mais gordo sapo que já viveu.Uma ilustração do Beelzebufo ampinga próximo ao maior sapo vivo de Madagascar. Crédito: Luci Betti-Nash / SUNY - Stony BrookBizarros anfíbios `aliens´ vivem por um fioUma equipe de pesquisadores escavou o sapo fossilizado em Madagascar. Com uma idade entre 65 e 70 milhões de anos, ele viveu no período Cretáceo. Ele era nove centímetros maior do que o maior sapo conhecido, o sapo Golias do oeste africano.Os cientistas nomearam o animal de Beelzebufo ampinga, “sapo demônio” ou “sapo do inferno”, por causa de seu incrível tamanho, assustadora aparência e natureza predatória, de acordo com o palentólogo David Krause da Universidade Stony Brook (EUA), que coordenou a equipe que fez a descoberta.Terríveis predadores“Eles são estas grandes bolas redondas, basicamente apenas boca e estômago”, disse David ao site LiveScience.com. “Eles eram predadores de emboscada do tipo `senta-e-espera´.”Suas pernas não eram muito longas, portanto eles não pulavam muito bem. Era mais provável que eles esperassem a presa vir até eles. Os cientistas pensam que eles comiam sapos menores, lagartos e ratos.Chinês engole sapo contra dor de barriga“Quando você considera o seu tamanho eu não acho totalmente improvável que ele consumisse dinossauros bebês”, disse David. A descoberta será publicada na edição online da revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS) desta semana.Ponte de terraOs cientistas ficaram surpresos quando descobriram que o parente mais próximo do Beelzebu é o Ceratophrys vive hoje na América do Sul. Este sapo também foi apelidado de pac-man por causa de sua imensa boca.Exemplar do Ceratophrys sul-americano“A descoberta mostrou ser um verdadeiro quebra-cabeças biogeográfico (..) Estamos nos perguntando `O que um sapo sul-americano está fazendo do outro lado do mundo, em Madagascar?´” A descoberta pode fornecer evidências diretas de que a ilha de Madagascar, a grande ilha do sul da África, esteve ligada por terra à América do Sul.Os sapos não poderiam ter nadado entre os continentes, já que precisam de água doce para sobreviver.O mutante sapo tóxicoAnteriormente os cientistas já suspeitaram de uma ligação entre Madagascar e a América do Sul, pois em ambos foram encontrados fósseis “aparentados” de animais do cretáceo, incluindo dinossauros. A nova descoberta apóia esta hipótese ao fornecer evidência de uma criatura que possui parentes vivos na América do Sul. [Fonte]
Os 10 animais mais mortais do mundoSapos descobertos na mata atlântica cabem na unhaCSI Animal: Horrendos crimes contra bichos

CLIQUE NO VERMELHO E VEJA AS IMAGENS.

Nenhum comentário: