terça-feira, 15 de outubro de 2013

A BATERIA DO FUTURO CHEGOU.

A BATERIA DO FUTURO CHEGOU.

Empresa israelense
cria bateria solar "eterna"
Uma bateria com energia infinita. Esta é a mais recente descoberta da empresa israelense Sol Chip, com sede em Haifa. Trata-se da primeira bateria solar do mundo que é capaz de se recarregar sozinha para fornecer energia a sensores sem fio e dispositivos eletrônicos móveis. Operável à luz do sol e em ambientes com pouca luz, as baterias são um resultado da polinização cruzada das tecnologias de células solares e microchips.
“A empresa oferece a tecnologia que faltava e que melhorará a vida das baterias ou, em muitos casos, eliminar a necessidade de uma bateria como fonte de energia em aplicações de baixo consumo”, explica Shani Keysar, CEO e fundadora da Sol Chip. “A ideia é que os chips precisam de energia, então por que não dar a energia a eles diretamente?”. Antes da Sol Chip, Shani teve uma ampla experiência como pesquisadora no Technion e, mais tarde, passou 15 anos na indústria de semicondutores. Foi durante os últimos anos que a ideia de uma bateria solar foi concebida, a partir da sua pesquisa inicial sobre como a energia solar pode ser utilizada para combater os crescentes níveis de poluição das muitas empresas industriais de Haifa.
O produto atual da empresa está limitado a uma saída de 8,4 volts de energia. Embora seja considerada uma saída relativamente baixa, ela pode fornecer energia para uma ampla gama de dispositivos de uso externo. Como um primeiro passo, a empresa está trabalhando em adaptar as baterias solares em sensores que são utilizados amplamente nas áreas da agricultura, atividade rural, testes meteorológicos, bem como em aplicações relativas à segurança. Um mercado que a Sol Chip espera abordar é a indústria leiteira. Muitas vezes, monitores são fixados em vacas, para coletar informações sobre o animal e garantir a qualidade do leite. Entretanto, esses sensores funcionam atualmente com baterias que precisam ser substituídas. A Sol Chip diz que a sua bateria poderia ser um substituto econômico e ecológico.
A Sol Chip já está trabalhando com a Netafim, uma empresa israelense que se especializa em tecnologia de irrigação por gotejamento para a agricultura, para substituir as baterias nos seus gotejadores pela bateria solar. A principal vantagem do uso das baterias solares da Sol Chip é óbvia: economia nos custos de manutenção para os clientes a longo prazo, à medida que ela elimina os altos custos que envolvem a substituição das baterias. Se um agricultor precisa substituir uma bateria em um sensor externo atualmente, ele precisa enviar a unidade para a fábrica ou contratar os serviços de um técnico para o campo para substituí-la. Ambos os métodos são caros.
Embora as células solares já existissem há bastante tempo e os microchips sejam a base dos dispositivos eletrônicos, a Sol Chip afirma que não há nenhuma empresa conhecida na indústria de semicondutores que tenha integrado com sucesso células solares dentro do processo padrão de fabricação de chips de uma forma rentável. O projeto da Sol Chip foi apresentado pela primeira vez na "Conferência e Exposição Internacional", o principal evento de captação de energia do mundo, realizado em abril em Berlim.
Crédito: Alef News

Nenhum comentário: