sábado, 20 de dezembro de 2014

ESSA É MUITO BOA.


Dúvida teológica...
 

 
Teólogos das mais diversas vertentes do cristianismo estiveram reunidos na semana passada em Jerusalém, para tentar descobrir qual era a verdadeira nacionalidade de Jesus. Vamos às suas (deles) conclusões:
A) Três provas de que Jesus era judeu: 
1 - Assumiu os negócios do pai;
2 - Viveu em casa até os 33 anos;
3 - Maior motivo da sua prisão e morte foi porque expulsou os comerciantes do Templo

B) Três provas de que Jesus era irlandês: 
1 - Nunca foi casado; 
2 - Nunca teve emprego fixo; 
3 - O último pedido dele foi uma bebida.
 
C) Três provas de que Jesus era italiano:
1 - Falava com as mãos; 
2 - Tomava vinho em todas as refeições; 
3 - A mulher mais importante da sua vida era a mamma.

D) Três provas de que Jesus era americano (mais precisamente da California ):
1 - Nunca cortou o cabelo (hippie) 
2 - Andava descalço (hippie) 
3 - Inventou uma nova religião (hippie)

E) Três provas de que Jesus era francês:
1 - Nunca trocava de roupa; 
2 - Não lavava os pés; 
3 - Não falava inglês.
 
F) Três provas de que Jesus era brasileiro:
1 - Nunca tinha dinheiro; 
2 - Vivia fazendo milagres; 
3 - Se ferrou na mão do governo...
CONCLUSÃO:

Não foi possível chegar a um consenso sobre a nacionalidade de Jesus... 
Quanto a Judas, todos concordaram:
era Argentino!

 

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...


Estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes, mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu. Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe o seu parecer. Abraço fraterno. António.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/