sábado, 16 de junho de 2007

RENAM - CARA DE PAU


Vale tudo em Brasília. Mentira, notas frias, declarações falsas, choradeira de relator, tropa de choque agindo pelos gabinetes, etc.
Tudo é válido nessa hora para livrar a cara do senador Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, uma instituição que vem sendo colocada sob suspeita por culpa de alguns de seus membros. Vejam bem: o presidente da instituição apresenta um monte de notas referentes à venda de carne bovina, de suas propriedades, todas supostamente falsas. É válido, é lícito, é legal, pra ele, Renan, presidente do Congresso Nacional. Se fosse um pobre coitado, sobrevivente dessa estapafúrdia pátria, já estaria grampeado, amarrado, algemado, cheio de hematomas, olhos roxos, pés quebrados, e tudo mais que acontece com os pobres que são pegos pela PF.
Mas o sr. Presidente do Senado da República vai sair dessa numa boa, pode crer. Ele tem o que um homem comum não tem, costas quentes e muita gente com rabo preso para poder defendê-lo.
Quero estar completamente enganado, no momento em que estou digitando esta notícia,e, ao mesmo tempo a PF notificar a Comissão de Ética do Senado, que essa notas são todas falsas e que o sr. Senador mentiu. Ainda resta um fio de esperança e, na PF ainda tem gente competente e honesta, a ponto de colocar ordem em toda essa manobra de enganação do povo brasileiro.
Afinal de contas, o nosso dinheiro está queimando lá em Brasília.

Nenhum comentário: