terça-feira, 28 de agosto de 2007

FANATISMO RELIGIOSO

Homem corta pênis por causa de religião em SP

ISSO É QUE É SER FANÁTICO!
DEUS NÃO QUER O SACRIFÍCIO DE NINGUÉM. O PREÇO JÁ FOI PAGO NA CRUZ DO CALVÁRIO, E, PREÇO DE SANGUE. CRISTO JESUS LEVOU TODOS OS NOSSOS PECADOS COM ELE.




Araçatuba (SP) - Um homem de 32 anos de idade, separado da mulher há poucos dias, cortou o próprio pênis depois de saber que sua religião o proibia de se relacionar com outras mulheres. O caso aconteceu na noite dessa segunda-feira, em Tanabi, interior de São Paulo.

Freqüentador da igreja evangélica Congregação Cristã do Brasil, o homem decidiu se auto-mutilar depois de ouvir dos "irmãos" que a orientação religiosa de sua igreja considera pecado o sexo fora do casamento e que estaria impossibilitado de se casar novamente.

Costa entrou no banheiro de sua casa, no jardim Centenário, periferia de Tanabi, e deu início a auto-mutilação usando uma tesoura caseira. A polícia foi chamada e, ao chegarem no local, os bombeiros e PMs o encontraram sentado no vaso sangrando muito.

"Quando chegamos, ele jogou a tesoura fora, mas a quantidade de sangue nos assustou", disse um PM que atendeu a ocorrência. O mesmo policial militar, que não quis ser identificado, disse que o homem tinha se separado havia pouco tempo da mulher, com quem era casado havia alguns anos.

"Ele ficou revoltado ao saber que não poderia mais se casar e manter relações sexuais com outra mulher e também não queria largar a igreja", contou o PM.

Costa foi levado ao pronto-socorro da Santa Casa de Tanabi para atendimento de emergência, onde continua em observação.

A pedido da família, nem a polícia nem o hospital quiseram passar mais informações sobre o caso. Uma atendente do hospital disse que o pênis não chegou a ser decepado, no entanto, a informação não podia ser confirmada oficialmente. De acordo com ela, um diretor do hospital deve falar sobre o assunto hoje à tarde. Na Congregação Cristã do Brasil ninguém atende ao telefone.

As informações são de Chico Siqueira, do Terra


Nenhum comentário: