quarta-feira, 4 de agosto de 2010

REFLEXÃO - Bênção ou maldição?


" Eis que hoje ponho diante de vós a bênção e a maldição:"
" A bênção, quando ouvirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos mando."
(Deuteronômio 11:26,27)

Irmãos, é verdade que nós construimos as nossas verdades. Mas as nossas verdades não são as verdades do Senhor. É muita verdade numa frase só, mas é preciso. Ouvimos falar em maldição hereditária, quase que em todos os lugares que vamos - igrejas - visitar. Só que maldição hereditária não existe. O próprio nome já diz: hereditário, ou seja, herança, genética, sangue. Ninguém pode ser amaldiçoado por culpa do outro. A responsabilidade é pessoal, individual.
" Que tendes vós, vós que dizeis esta parábola acerca da terra de Israel, dizendo: Os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos se embotaram?" (Ezequiel 18:2)

Era só o que faltava para completar a negativa da maldição hereditária. Os pais comem determinado alimento e os seus filhos passam mal do estômago! Obedecei aos mandamentos do Senhor e serás abençoado, caso contrário serás amaldiçoado. Cada um é responsável pelos seus atos, pelas suas atitudes. Ninguém pode ser responsabilizado pelas atitudes dos outros.
" Mas dizeis: Por que não levará o filho a maldade do pai?
Porque o filho fez juízo e justiça, e guardou todos os seus estatutos, e os praticou, por isso, certamente viverá."
" A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a maldade do pai, nem o pai levará a maldade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a impiedade do ímpio cairá sobre ele."
( Ezequiel 18:19,20)


Pense nisso: obedecer ao Senhor é bênção para nós; não obedecer é maldição.

J. Lanes

Nenhum comentário: